7 de mai de 2013

1a semana - Pós parto e amamentação


Meninas, antes de começar a escrever aqui minhas experiências quero que vocês tenham em mente que cada um é cada um...rsrs. Todos nós passamos por experiências diferentes e o que aconteceu comigo, é beeeem provável que não aconteça com vocês. Mas acho importante dizer que tudo passa, e hoje, 12 dias após o parto, estou bem como nunca achei que estaria.

Então vamos lá...
Como contei no post anterior tenho muitas alergias... agora você imagina só, passar por uma cesária sem tomar dipirona, buscopan, ibuprofeno! Meu povo, foi a noite inteira sentindo dor... não consegui dormir e passei a noite observando a brecha da janela (pra ver se o céu ia clareando), olhando se a Alexia estava bem (ela dormiu a noite toda) e quando minha mãe acordava ao menor ruído da Alexia eu perguntava que horas eram. Às 22:00h foram me dar medicação - tramadol - droga bem pesadinha, já tinha usado para uma crise de cálculo renal e foi maravilhoso... era quase instantâneo o efeito, droga entrando na veia e a dor sumindo. Mas dessa vez - nada! Não sei se eu não tivesse tomado nada eu teria tido mais dor, mas eu continuei sentindo dor após a administração do tramadol. Meia noite pedi que a enfermeira viesse de novo porque eu ainda estava com dor; ela disse que devido a potencia do remédio, só podia tomar de novo 12h depois. Meu Deus... só Ele sabe como foi aquela noite pra mim. Veio uma sensação de que nunca mais ia querer passar por aquilo outra vez. Fiquei orando a noite toda, pedindo pra eu conseguir dormir, pra a dor passar, pra o dia chegar... Chegou o outro dia. Às 5:00h pedi que me dessem outra coisa pra dor e me deram sabe o que? Paracetamol....rsrsrs. É pra rir! Ela perguntou se eu já tinha ido ao banheiro fazer xixi porque a dor poderia ser da bexiga cheia... Então disse que não e ela falou que logo apareceria uma enfermeira pra me levar ao banheiro. Esperei até quase 7:00h e a bexiga sem aguentar mais... Pedi pra minha mãe pra me ajudar a levantar. Gente que dor... foi a maior dor que já senti na vida! Não aguentei nem sentar... voltei a deitar e aí eu comecei a chorar um pouco... Também nunca pensei que eu fosse aguentar tantas horas de dor sem chorar. Enfim a enfermeira veio e eu disse que tinha tentado levantar mas que não ia conseguir fazer aquele esforço de novo logo. Ela disse que se eu não aguentasse podia fazer xixi ali mesmo que depois alguém ia limpar tudo. Então eu fiz... Depois ela voltou e foi aquele esforço pra levantar de novo. A dor veio mas você tem que ter em mente que precisa passar por isso, tem que encarar e ir pra próxima fase. Primeiro sentei e depois levantei e desci a escadinha ao lado da cama... cada movimento uma dor forte e aí veio a tontura que todos falam... é realmente muito ruim. Não dá pra fazer isso sem que alguém esteja do seu lado. Não aguentei ir direto pro banheiro e me sentei numa poltrona que tinha lá. Comecei a urinar de novo e aí foi um pouco tenso... porque junto do xixi veio sangue, muito sangue... Pra resumir, consegui tomar um banho, só com água, sem xampoo, só sabonete mesmo e com a ajuda da enfermeira. Voltei pra cama e aí a enfermeira colocou uma faixa na minha barriga bem apertadinha, com a ajuda da minha mãe, e então senti um alívio pela primeira vez. Tive dor o dia todo, mas com uma intensidade menor e depois, quando deu 10:00h tomei o tramadol de novo. Fui ficar ruinzinha lá pelo meio da tarde. Ahhh e também porque chegou uma mãezinha na enfermaria (era apto duplo) e a família dela foi pra conhecer o bebezinho dela. Que família zoadenta. No começo da noite eu já tava com dor forte de novo, a Alexia se estressou um pouco, queria mamar e eu com vergonha do pai do outro bebê. Quase chamo a enfermeira chefe pra botar o povo pra correr! Fiquei um tempão lá esperando minha alta, que só foi sair 20:30h. Saí de cadeira de rodas, porque não me aguentava em pé e até dar um passo após o outro foi penoso.

A Alexia foi um amor... passou o dia dormindo e só saiu do meu lado pra tomar as vacinas (BCG e Hepatite) e para tomar um banho. Pedi pra colocar logo o brinquinho nela também. Quando ela voltou, era a pessoinha mais linda que já vi na vida. Ela ficou olhando pra mim como um anjo... me emociono sempre que lembro. Ela olhava e nesse único momento que ela saiu de perto de mim senti como se eu a tivesse abandonado, a deixado com pessoas estranhas e ela tava me falando isso com seus olhinhos. Eu a peguei nos braços e chorando disse o quanto ela era amada por mim e pela família dela. E que amooooor, meu Deus!

Durante nossa primeira noite em casa, acordávamos de 30 em 30 min, a cada mais leve ruido. E eu mal conseguia me mexer. A partir daqui, tudo fica um pouco confuso. Os 3 primeiros dias em casa foram difíceis, as horas pareciam não passar e como não saia do quarto, tudo se confundiu em minha cabeça. Perdi mesmo a noção do tempo. Agora vou resumir muito. Enquanto a Alexia dormia, meu marido cuidava de mim e minha mãe cuidava para que tudo estivesse indo bem... roupinhas lavadas, trocas de fraldas, banhos na Alexia, comida pra gente, sucos, etc. A Alexia passou a mamar de 3 em 3 hrs. Meu marido me levantava da cama, tirava  a calcinha pra eu ir no banheiro e depois me vestia, me dava banhos, trocava o curativo (só tem um ponto, mas tinha que passar uma pomadinha e colocar gaze pra proteger)... foi tudo pra mim. Durante a noite ele pegava a Alexia do berço e levava pra mamar, depois colocava pra arrotar. Aos poucos, quando fui melhorando, me atrevi a trocar as fraldas... e tudo foi melhorando. Usei a faixa da maternidade por 2 dias, e logo depois comecei a usar um modelador para amamentação. Achei que não ia voltar ao meu corpo de novo, me sentia feia, suja, incapaz de cuidar da minha filha... Mas como disse no começo - TUDO ISSO PASSA! Gravidinhas... hoje posso dizer que de todo o processo de ser mãe, o pós parto não é tão difícil assim... não por ser fácil, não é, mas passa logo. Quando vocês estiverem se sentido mal por ainda não pegarem seus bebês no colo, lembrem que teram muuuuuitas noites e dias para ficar com ele. Tudo passa.

Amamentação:
Graças a Deus, logo de cara a Alexia pegou o peito. Eu não fiz absolutamente nada para preparar o peito para que isso acontecesse, nem vazou antes de eu dar a luz. Após o parto, cerca de 2h eu acho, trouxeram ela pra junto de mim e o leite saiu, ou melhor o colostro. Foi bem tranquilo. Quando voltei pra casa, também. Até que um dia, o 2º em casa, eu acho, a Alexia não pegou direito e se estressou, ficou mexendo muito nos meus braços e não queria pegar o peito. Eu já tava exausta devido as mamadas anteriores e o acorda - levanta - deita devido as zoadinhas que ela faz quando dorme. O bico do meu peito tinha sumido, porque ficou muito cheio, eu acho, e acabei me estressando e chorando. Ela ficou com soluço, e chorando, e minha mãe e meu marido de um lado pro outro sem saber o que fazer. Eram 3:00h da manhã e eu pedi que meu marido fosse comprar NAN... ela tomou esfomeada e foi dormir. No outro dia fiquei tensa com medo de que o mesmo acontecesse e antes de dar de mamar eu massageei o peito e fiquei puxando o mamilo para formar o bico... pra ajudá-la a pegar o peito, eu apertava um pouco a auréola para que entrasse melhor na boquinha dela. Deu certo. O jeito é ter muita paciência porque afinal, não é só você que está aprendendo... seu bebê também. Apenas agora estou conseguindo tirá-la do berço e colocá-la no peito e depois pra arrotar. Eu nunca tinha pego em recém-nascido antes, ou em bebê de qualquer tamanho, então conseguir levar a Alexia do berço ao peito, é uma vitória. Uma coisa que aprendi: sabe aquelas compressas que o povo diz pra aliviar a dor no peito?! É o seguinte... nossos seios funcionam assim: um produz o leite enquanto o outro fica cheio esperando ser desmamado... quando um seca o outro tá enchendo e ficam nesse ciclo. Se você pular uma mamada, o que tá cheio vai começar a encher mais e começa a doer e ficar muito volumoso. Se você colocar compressa quente, isso vai fazer você produzir mais leite e o excesso vai pedrar. Se a compressa for fria, vai fazer parar a produção de leite. Maaaaas eu acho isso meio "perigoso", e se parar e pedrar? E se demorar a produzir o leite da próxima mamada? Eu não arrisquei. Fico prestando atenção no peito mais cheio pra ser o da vez. Na próxima mamada troco. Se acho que ela não mamou o suficiente, eu começo pelo da última mamada e depois completo com o outro. Tá dando certo pra mim. O ideal é que nossos pequenos mamem a cada 2 ou 3 h. Se ficar dando mais que isso, pode acontecer de o leite ser mal digerido e dar cólica no bebê. Foi o que li em algum lugar.

Enfim pessoas... essas são minhas aventuras da 1a semana como mãe. Ainda tem muita coisa pra contar, afinal já estamos na 2a semana e já aconteceu o teste do pezinho, orelhinha, olhinho e a 1a ida ao pediatra. Quando tiver mais tempo eu posto. Esse post levou umas 4 ou 5 h para ficar pronto. #minhanovavidademãechegou.

Para finalizar, vai mais fotinhas da princesa.
Ainda na maternidade... já de banho tomado e com seus brinquinhos
Em casa, no colo do papai

Então é só gente... até o próximo post com as primeiras saídas... Bjs.

7 comentários on "1a semana - Pós parto e amamentação"

Cacau... a mãe do João Nicolas! on 7 de maio de 2013 09:48 disse...

Amiga eu te entendo... a dor é ALGO mesmo!

Mas que bom que tudo ficou bem... na hora das dores a gente acha que não vai aguentar, mas logo passa!

Tua princesa é linda!

Beijos

Luana G on 7 de maio de 2013 11:16 disse...

Vc foi contando e eu lembrando do meu pós parto. Tbm foi tensoooo viu! Senti mta dor, principalmente pq nao colocaram sonda em mim e senti mtaaaaaaa dor até conseguir fazer xixi, massss é como vc disse: tudo passa e olhar a carinha dos nossos pequenos vale qq dor

*Marcela Lima - A mãe do Davi* on 7 de maio de 2013 14:02 disse...

Amigaaaa,

Que linda sua princesinha!!!
Eu adorei o post, nossa super detalhado, obrigada por mesmo em meio à tanta correria e novidade desta nova fase, vc ter encontrado um tempinho pra dividir tudo conosco....

Parabéns!!!

bjão

http://meupequenoreidavi.blogspot.com.br/

Lidi on 7 de maio de 2013 21:00 disse...

Rê!!!!
Parabéns amiga! A Alexia é linda!!!

Cesárea é fogo mesmo, viu!Mas, ainda bem que passou e agora é só mta curtição com essa bênção aí do teu lado!!!

Graças a Deus a amament. tá tranquila, comigo tb foi assim...vamos dar mto leitinho pra essas princesas, né?

Bjs!

Ludmyla Bento on 8 de maio de 2013 06:02 disse...

Amiga a dor do pos parto é tensa msm,te entendo perfeitamente,mais cada dia que passa acordamos melhor. Que bom que a Alexia esta mamando,ela é mt linda,parabens. Beijos

Jacky Chimchek on 8 de maio de 2013 11:21 disse...

Que lindinha!! E que calor hein? se fosse aqui em Curitiba ela estaria toda empacotadinha de tão frio!!!


Beeeijos!

Grávida e Feliz on 9 de maio de 2013 06:14 disse...

Amiga eu imagino a correria pra escrever com a Alexia...rss....fico imaginando muito a nossa vida com a chegada do Pedro...rsr
Mas sinceramente estou muito orgulhosa de vc. Por mais que tudo seja um aprendizado, parece que no fundo, sabemos sim o que fazer e tudo dá certo, pq nascemos para isso. Bjos nas duas!

Postar um comentário

Datas que marcaram:


11/05/12 -
Início do Ác Fólico

24/07/12 - D.U.M. (data da última menstruação)

04/09/12 - Descoberta

17/10/12 - 1º Ultrassom


29/11/12 - Descoberta do sexo
- É uma menina!

11/01/13 - 2ª Ultrassom - Morfológica
- É mesmo uma menina!

25/04/13 - Nasceu!!!!

Seguidores

 

Vida Nova em Breve Copyright 2009 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipietoon | All Image Presented by Online Journal